quarta-feira, 7 de maio de 2008

Aproximação ao Mundo Material - Interacção entre o Espiritual e o Material

‘Abdu’l-Bahá enfatiza que o desenvolvimento do mundo material e a felicidade humana estão dependentes de ambos o “designado por civilização, do progresso mundo material”[i] e o “chamado que procede de Deus, que comove a alma, cujos ensinamentos espirituais são salvaguardados da glória, da felicidade e da iluminação eterna do mundo da humanidade”.[ii]

Conforme Ele afirma: Todavia, enquanto as conquistas materiais, as realizações no plano físico e as virtudes humanas não forem reforçadas por benesses espirituais, por qualidades luminosas e características misericordiosas, nenhum fruto, nenhum resultado delas advirá, e tão pouco se alcançará a meta suprema: a felicidade do género humano. Pois se por um lado os avanços materiais e o desenvolvimento do mundo físico engendram prosperidade, a qual manifesta com requinte seus objectivos definidos, por outro lado, há perigos, calamidades terríveis e aflições violentas iminentes. Por consequência, se observardes a configuração bem organizada de reinos, cidades e aldeias, com a atracção de seus adornos, frescura dos seus recursos naturais, o refinamento de seus utensílios, a comodidade de seus meios de transporte, a amplitude de conhecimentos disponíveis relativos ao mundo da natureza, as grandes invenções, os empreendimentos colossais, as descobertas admiráveis e as pesquisas científicas, concluirás que a civilização conduz à felicidade e ao progresso do mundo humano. Não obstante, fosses volver o olhar ao descobrimento de máquinas arrasadoras e infernais, ao desenvolvimento de forças de destruição e à invenção de apetrechos ígneos, que extirpam a árvore da vida, tornar-se-ia evidente e manifesto a ti estar a civilização associada à barbárie.

O progresso e a selvajaria caminham juntos, a menos que a civilização material seja confirmada pela Guia Divina, pelas revelações do Todo-Misericordioso e por virtudes pias, e seja reforçada por conduta espiritual, pelos ideais do Reino e pelas efusões do Domínio do Poder...

Por consequência, tal civilização e progresso material devem ser associados a Suprema Guia, para que este mundo inferior se torne o cenário da aparição das dádivas do Reino e as conquistas do plano físico venham juntamente com os fulgores do Misericordioso; e isto a fim de que a beleza e perfeição do mundo do homem se desvelem e manifestem aos olhos de todos com a maior graça e esplendor. Desta forma a glória e a felicidade eterna hão de revelar-se.”[iii]


[i] Conservação dos recursos da Terra, página 4
[ii] Conservação dos recursos da Terra, página 4
[iii] Selecção dos Escritos de ‘Abdu’l-Bahá página 235

Sem comentários: