segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Atitudes e valores para com a Natureza

Os escritos Bahá’is conjugam certos valores espirituais e atitudes que guiam a relação do homem para com a Natureza. Estes incluem:

Apreciação

Uma constatação do facto de que a terra é a “fonte[i] de “prosperidade”[ii] do homem é demonstrado pela entendimento que “A honra e exaltação do homem deverão ser algo mais do que riquezas materiais[iii].
Bahá’u’lláh diz:
Todo o homem de discernimento, enquanto passeia sobre a terra, sente-se na verdade envergonhado, mesmo que ele esteja inundado de sabedoria daquilo que é a fonte da sua prosperidade, saúde, poder, exaltação, progresso, e, como ordenado por Deus, a própria terra que é calcada pelos próprios pés do homem. Não pode haver dúvida que todo aquele que é sapiente desta verdade, está purificado e santificado de toda a vaidade, arrogância e vaidade...”.[iv]

“De que podeis vós com justiça vangloriar-vos? Será de vosso alimento e bebida que vos orgulhais, das riquezas que acumulais em vossos tesouros, ou da variedade e do valor dos ornamentos com que vos adornais? Fosse a glorificação verdadeira consistir na posse de coisas tão perecedouras, então a terra sobre a qual andais, deveria vangloriar-se sobre vós, pois é ela que vos sustenta e concede essas mesmas coisas, segundo o decreto do Todo-Poderoso. Nas entranhas da terra está contido tudo o que vós possuis, segundo Deus ordenou. Dela extrais - como sinal de Sua misericórdia - vossas riquezas. Vede, pois, vosso estado a coisa de que vos vangloriais! Oxalá pudésseis perceber isto
!”[v]

[i] Conservação dos recursos da Terra, página 16
[ii] Conservação dos recursos da Terra, página 16
[iii] Conservação dos recursos da Terra, página 16
[iv] Conservação dos recursos da Terra, página 17
[v] Conservação dos recursos da Terra, página 17

Sem comentários: