quarta-feira, 29 de novembro de 2006

3. Diversidade

‘Abdul-Bahá descreve a diversidade como “A essência da perfeição e a causa do aparecimento de dádivas[i] de Deus, e afirma: “Considerai as flores dum jardim: diferem em espécie, côr, forma e aspecto. Não obstante, são refrescadas pelas águas da mesma fonte, revivificadas pelos sopros de um só vento e revigoradas pelos raios de um único Sol, essa diversidade aumenta o seu encanto e realça a sua beleza. Assim quando a força unificadora que é a influência penetrante do Verbo de Deus, faz efeito, a variedade de costumes, procedimentos, hábitos, ideias, opiniões e temperamentos embeleza o mundo da humanidade. Tal diversidade, tal diferença é análoga à diferente e variada natural dos membros e órgãos do corpo humano, pois cada qual contribui para a beleza, eficiência e perfeição do todo.

Quão pouco nos agradaria aos olhos se todas as plantas e árvores deste jardim, com seus ramos, suas folhas, flores e frutos fossem da mesma forma e cor! Diversidade de cores, formato e aparência, enriquece e adorna o jardim, e aviva-lhe a aparência
...”[ii]

O alcance da diversidade do “mundo dos seres criados[iii] é enfatizado na seguinte passagem:

“...As formas e organismos dos seres e existência fenomenais em cada um dos reinos do universo são miríades e infinitas. O plano ou reino vegetal, por exemplo, tem sua variedade infinita de tipos formas e estruturas materiais de vida vegetal - cada um distinto e diferente por si, não havendo dois exactamente iguais em composição e detalhes - pois não há repetição na Natureza, e a virtude aumentativa não pode ser confinada a qualquer imagem ou forma. Cada folha tem a sua identidade particular - por assim dizer, sua própria individualidade como folha...[iv]

[i] Conservação dos recursos da Terra, página 12
[ii] Conservação dos recursos da Terra, página 12
[iii] Conservação dos recursos da Terra, página 12
[iv] Conservação dos recursos da Terra, página 13

2 comentários:

pianola / Sonia R. disse...

Sida, 25 anos depois. Bom dia.

pintoribeiro disse...

Bom dia e um abraço,