segunda-feira, 24 de julho de 2006

Ensinamentos Básicos do Alcorão (2.ª parte)



A Função dos Apóstolos de Deus é Uma Só e a Mesma

Deus atribuiu a Maomé, O Apóstolo de Deus, três funções: testemunha, anunciador, admoestador.

Profeta! Enviámos-te como testemunha, anunciador, admoestador.” - Na Sura “Os Partidos” (XXXIII, v.45):

Para os Apóstolos, em geral, Deus diz-lhes o seguinte:

Não mandámos os Enviados a não ser anunciadores e exortadores.” - Sura “Os Rebanhos” (VI, v.48):

Mais tarde será demonstrado que Moisés e Jesus também eram testemunhas.

Quando é que os Apóstolos são enviados?

Dado o princípio da unidade de ensino no Alcorão, porque deveriam ter havido diferentes religiões e diferentes Apóstolos? E também quando enviaria Deus um novo Apóstolo?

Os homens constituíam apenas uma comunidade única, mas separaram-se, e se não tivesse sido um decreto que, vindo do Teu Senhor, chegou antes disso, realmente ter-se-ia decidido entre eles no que divergiam.” - Sura “Jonas” (X, v.19).

O versículo explica que quando uma comunidade unificada perde a sua coesão e desenvolve divergências, Deus envia uma Revelação para restabelecer a sua unidade.

Os homens formavam uma comunidade única, e Deus enviou-lhe os Profetas como anunciadores e admoestadores, e fez chegar através deles O Livro com a verdade para julgar entre os homens aquilo que divergiam. Não divergiam senão aqueles que o receberam, depois de lhes chegarem as provas manifestas. Deus guiou os que o aceitaram aquilo em que divergiam da verdade os injustos, com a sua permissão, pois Deus conduz a quem quer pelo caminho recto.” - Sura “A Vaca” (II, v. 213)

Estes versículos reafirmam que Deus envia as Suas Manifestações para educar e julgar a humanidade. Aqueles que acreditam no novo Livro são guiados de forma a eliminar as suas diferenças, enquanto outros voltados para os seus desejos sofrem desarmonia. Desta forma sempre que surge uma nova Revelação, os sinceros são guiados para a unidade, enquanto que aqueles amarrados à Revelação anterior se penalizam. Parece-nos ser importante referir que neste versículo, “Profetas” está no plural, enquanto no singular é confirmada a unidade da Revelação Divina.

Sem comentários: