segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Manifestação da Natureza

Numa perspectiva Bahá’i, a criação física e dinâmica é evolutiva de “Um degrau da perfeição para um outro[i]. E, no entanto, “incompleta[ii] desde que lhe falta “Inteligência e educação[iii].


Ela necessita de desenvolvimento pelo homem de forma a criar não somente um grau mais elevado de ordem e beleza, que são padrões sustentados nos ensinamentos Bahá’is, mas também para incrementara sua fertilidade e produção. Relativamente a criação de ordem e beleza no reino da criação natural ‘Abdul-Bahá escreve:

"A Natureza é o mundo material. Quando a observamos, verificamos que é sombria e imperfeita. Por instantes, se lhe concedermos um pedaço de terra para se desenvolver na sua condição natural, descobriremo-la coberta com silvas e cardos; infestantes inúteis e vegetação selvagem florescerão sobre esse pedaço e tornar-se-á como uma selva. As árvores ficarão sem frutos, perdendo beleza e simetria...[iv]

“É, como se passasses por campos e plantações, observas que as plantas, as flores e as ervas aromáticas crescem luxuriantemente, formando um padrão de unidade. Isto é uma evidência do facto da plantação e o jardim florescerem sob o carinho da habilidade de um jardineiro. Mas quando a observas num estado de desordem e irregularidade tu deduziste que lhe falta o cuidado de um jardineiro eficiente e então ela produz ervas daninhas.”[v]



[i] Conservação dos recursos da Terra, página 21

[ii] Conservação dos recursos da Terra, página 21

[iii] Conservação dos recursos da Terra, página 21

[iv] Conservação dos recursos da Terra, página 21

[v] Conservação dos recursos da Terra, página 21

Sem comentários: