quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Prémio Nobel da Química

Gerhard Ertl, cientista alemão e professor de física química no Instituto Fritz-Haber, em Berlim, é o vencedor do Prêmio Nobel de Química do ano corrente. A Academia Sueca de Ciências considerou que os seus estudos sobre como processos químicos que afectam superfícies sólidas foi merecedor de tal distinção.

O trabalho de Ertl tem aplicação nas áreas mais diversas, desde o processo de fabricação de fertilizantes sintéticos, ao desenvolvimento da tecnologia que permita a utilização do hidrogénio como combustível de veículos até a formas de tornar a produção de energias renováveis mais eficaz .
Este cientista demonstrou como diferentes procedimentos experimentais poderiam ser usados para estabelecer um quadro completo de como uma reação química afecta uma superfície.

Esse campo da ciência exige o emprego alta tecnologia, de forma a ser possível a observação de camadas de átomos e moléculas numa superfície pura de metal a interagirem. A contaminação das superfícies pode alterar os produtos desejados em diferentes indústrias, permitindo assim o desperdício.
O comitê responsável pela escolha considerou que a "sua metodologia é usada tanto em pesquisas acadêmicas como no desenvolvimento industrial dos processos químicos."

1 comentário:

João Ferreira Dias disse...

exmo. amigo,

convido-o a enviar um texto para publicação no Poço dos Negros (pocodosnegros.blogspot.com) sobre a Paz Universal inter-religiosa para apcab.cultura@gmail.com

cumprimentos