terça-feira, 10 de julho de 2007

"fluir de ordem que evita que caiam num caos atómico"

Erwin Schrodinger (1887-1961), físico austríaco, através de uma grande abstracção matemática explicou os fenómenos quânticos atribuindo funções de ondas específicas a fotões e electrões.

Ele também considerou que a consciência é um dos pilares do universo material e, que dependendo da perspectiva do observador, assim serão consideradas as propriedades físicas e localização das partículas subatómicas. Tentando explicar, do ponto de vista biológico, como pode surgir vida de um aglomerado de moléculas, Schrodinger especulou que as formas vivas são possuídas de uma “surpreendente dádiva” de um “fluir de ordem que evita que caiam num caos atómico”.[i]



[i] A Terra à Procura de Equilíbrio, página 264

Sem comentários: