segunda-feira, 16 de outubro de 2006

O Verdadeiro Milagre é o Livro


O verdadeiro milagre da Revelação de Deus é o Livro que Ele enviou e está lembrado nas Escrituras Sagradas. O Alcorão distingue entre fiéis e descrentes, que insistem na necessidade de demonstração de milagres por parte do Profeta. A propósito desta atitude, houve aqueles que acusaram Moisés de ser mágico ou feiticeiro. Tal como o Alcorão comprova:

“Quando lhes chegavam os nossos sinais diziam: “Isto é magia manifesta”.
- Sura “As Formigas” (XXVII, v. 13)

E mais além:

“Quando Moisés lhes levou os Nossos sinais manifestos exclamaram: “Não é mais do que magia artificial! Não ouvimos falar disto aos nossos primeiros pais!”
- Sura “O Relato” (XXVIII, v. 36)

Desta forma inequívoca o Alcorão demonstra que os milagres nunca são uma prova convincente para separar os crentes e os incrédulos, mas sim uma fonte de obstinação.

Quando Maomé iniciou a Sua Revelação e foi confrontada com essa questão, Deus revelou-Lhe:

Mas quando, proveniente de Nós, lhes chega a Verdade, dizem: “Porque se dá a Muhammad um milagre semelhante aos que deram a Moisés?” não foram incrédulos com o que anteriormente se deu a Moisés?” Disseram: “Moisés e Aarão são dois magos que se auxiliam mutuamente”, e acrescentaram: “Nós não acreditamos em nada disto”
- Sura “O Relato” (XXVIII, v. 48)

Mais tarde, perante esta insistência foi revelado no Alcorão:

“Diz: Trazei um Livro, proveniente de Deus, que seja melhor guia quer ambos! Segui-o se sois verdadeiros.”
- Sura “O Relato” (XXVIII, v. 49)

O verdadeiro milagre é o Livro. É a prova irrefutável. É a doença do espírito que insiste na realização de milagres.

Significa que aqueles que exigem milagres que possam ser confirmados pelos seus olhos é como se estivessem cegos.

Será que há algum milagre superior ao Livro Revelado?

“ …Ó Maomé, a estes manda-lhes cumprir o estabelecido e proíbe-lhes o reprovável; declara-lhes lícitos os bons manjares e proíbe-lhes os alimentos impuros; derroga-lhes as prescrições esmagadoras e suprime-lhes os grilhões que tinham. Os que crêem nele, que o honrem, o defendam e sigam a luz que lhe foi revelada, esses são os bem-aventurados.”
- Sura “O Muro” (VII, v. 157)

3 comentários:

Sliver disse...

Caro JC
obrigado pelo link. pode contactar--me para observatoriodajihad@gmail.com . Gostava de lhe dizer 'duas coisas' e também de lhe colocar uma questão.
Cumprimentos,
ks

Miguel Sousa disse...

agradeço o link e parabéns pelo blogue

João Moutinho disse...

Agradeço a vossa visita a este blog.
Silver, contacta-lo-ei fora deste blog porque pesnso ser esse o seu desejo.