quinta-feira, 10 de agosto de 2006

Testemunha, Arauto de Boas Novas e Admoestador (3.ª parte)

Todos os Profetas e Apóstolos de Deus são arautos de Boas Novas, Anunciadores e Admoestadores, tal como anunciado e confirmado nos versículos que abrem este capítulo. É importante reflectir no significado da função dos Profetas, à luz do Alcorão.

De acordo com os seguintes versículos na Sura “Maria” (XIX, v.7): “Zacarias: Nós te anunciamos o nascimento de um menino cujo nome será Yahiya (João). Antes não lhe demos nenhum homónimo.”

Na Sura “A Família de Imran” (III, v.45) “Recorda-te de quando os anjos disseram: Ó Maria! Deus te anuncia um Verbo, emanado dEle, cujo nome é o Messias, Jesus, filho de Maria; será ilustre nesta vida e na outra; e estará entre os próximos de Deus.”

João Baptista e Jesus foram Profetas, cuja vinda foi anunciada por Deus. Jesus era também um Apóstolo. Tal como nos doze filhos de Jacob, só José é referido como anunciador de boas novas porque estava destinado a tornar-se um Profeta.

Maomé foi apontado por Deus como Anunciador de Boas Novas, indica que Lhe estava confiada uma missão e que anunciaria o advento de um futuro Profeta e Apóstolo de Deus. Maomé e o Alcorão têm anunciado as boas novas do advento do Mahdí e da vinda de Jesus Cristo que são O Báb e Bahá’u’lláh, respectivamente.

Sem comentários: